quarta-feira, 7 de março de 2012

LOUVAÇÃO À MULHER


Zelito Magalhães














Deus, na sua perfeita sabedoria
Fez descortinar no Eterno Paraíso
O homem que amargava a melancolia
Por viver sozinho, sem nenhum sorriso.

Então, num sopro de perfeita magia
Eis que faz surgir em um canto qualquer
Sua semelhança desfeita em alegria
Um ser gracioso e virginal- a Mulher!

Qual a flor que desabrocha com candura
Cheia de viço e de magistral beleza
Floresceu no seu vergel, amável e pura
Tirando do Paraíso a tristeza.

Fonte de inspiração, tu és a grandeza
Do monumento à Diana eternizado
Expressão de sentimento e de firmeza
Segredo que jamais será desvendado ...

Petrarca fez a Laura sua louvação
Ticiano pintou Cecília feliz
Eleonora deu a Tasso inspiração
Dante fez uma "Comédia" à Beatriz.

Mulher, teu perfil em meus olhos traduz
A figura sacrossanta de Maria
Que nos divinos mistérios trouxe à luz
O Menino Deus em simples estrebaria.

Bendita sejas entre os homens, querida
Misto de pureza, amor e perfeição -
Mãe bondosa que dá ao filho a sua vida
MULHER, eu te venero em culto de oração!


(Do livro "Canções de um Menestrel" (2a. edição)


                                   
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário